Título de especialista

Documentos Necessários:

Formulário devidamente preenchido e assinado Clique aqui para baixar o formulário.

Apresentar o Certificado de Conclusão do Curso de Especialização (cópia autenticada).

2 (duas) fotos em formato 3x3. Fotos iguais e recentes para documento, coloridas, de frente, em fundo branco e sem retoques.

Comprovante de endereço (Água, Luz ou Telefone), em seu nome ou em nome do pai, mãe ou cônjuge (nesse último caso deve ser apresentada a Certidão de Casamento). 

Caso o profissional encaminhe estes documentos via Correios, será necessário enviar cópias autenticadas. 

Carteira provisória/definitiva para a troca, ou apresentar o Boletim de Ocorrência Policial (BO), nos casos de furto, roubo ou extravio.

Caso tenha alterado qualquer dado no RG ou alterado o estado civil deverá apresentar tal documento original e cópia

O prazo para a entrega da Carteira de Identidade Profissional - CIP é de até 30 dias após a Sessão Plenária. 

 

 

O Título Profissional de Especialista em Psicologia, embora não constitua condição obrigatória para exercício profissional, atesta o reconhecimento da atuação da psicóloga ou do psicólogo à determinada área da especialidade, qualificando a formação do profissional.

O assunto e suas especificidades são regulamentados pela Resolução CFP nº 013/2007.

As especialidades concedidas atualmente são as seguintes:

Psicologia Escolar/Educacional; Psicologia Organizacional e do Trabalho; Psicologia de Trânsito; Psicologia Jurídica; Psicologia do Esporte; Psicologia Clínica; Psicologia Hospitalar; Psicopedagogia; Psicomotricidade; Psicologia Social e Neuropsicologia.

 

A Resolução CFP 13/07 institui a Consolidação das Resoluções relativas ao Título Profissional de Especialista em Psicologia e dispõe sobre normas e procedimentos para seu registro.

 

As Especialidades

É importante esclarecer que as especialidades regulamentadas são profissionais, isto é, são especialidades no campo do exercício profissional do psicólogo. Claro que há um número maior de especialidades, mas foram regulamentadas algumas que se configuraram como mais definidas e consensuais.

Novas especialidades poderão ser regulamentadas, pelo CFP, sempre que sua produção teórica, técnica e institucionalização social assim as justifiquem.

 

Seguem as definições:

 

1. Psicólogo especialista em Psicologia Escolar/Educacional

2. Psicólogo especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho

3. Psicólogo especialista em Psicologia de Trânsito

4. Psicólogo especialista em Psicologia Jurídica

5. Psicólogo especialista em Psicologia do Esporte

6. Psicólogo especialista em Psicologia Clínica

7. Psicólogo especialista em Psicologia Hospitalar

8. Psicólogo especialista em Psicopedagogia

9. Psicólogo especialista em Psicomotricidade

10. Psicólogo especialista em Psicologia Social

11.Psicólogo especialista em Neuropsicologia

 

A Concessão

O registro profissional de especialista é fornecido pelo Conselho Regional no qual o psicólogo tem sua inscrição principal. Cabe à plenária do CRP SP a aprovação da concessão do título profissional de especialista.

 

Documentação e Procedimentos

Na hipótese de o CFP regulamentar nova especialidade, será facultada a obtenção do título por experiência comprovada ao psicólogo que se encontra inscrito no Conselho Regional de Psicologia por, pelo menos,

5 (cinco) anos, contínuos ou intermitentes, em pleno gozo de seus direitos, o qual deverá apresentar os documentos identificados na Resolução CFP 13/07, comprovando a experiência profissional na especialidade por igual período. No momento não há nenhuma especialidade que pode ser obtido o título desta forma.

Para habilitar-se ao Título de Especialista e obter o registro, o psicólogo deverá estar inscrito no Conselho Regional de Psicologia há pelo menos 02 (dois) anos e atender a um dos requisitos que se seguem:

ter certificado ou diploma de conclusão de curso de especialização credenciado ao CFP;

ter sido aprovado no exame teórico e prático, promovido pelo CFP, e comprovar prática profissional na área por mais de 2 (dois) anos.

Destacamos que o título de especialista em psicologia é uma referência sobre a qualificação do psicólogo,

não se constituindo condição obrigatória para o exercício profissional.

 

Realização de curso de especialização credenciado pelo CFP
Para efetivar o credenciamento do curso, como estava previsto em Resolução, o Conselho Federal de Psicologia firmou convênio com a Associação Brasileira de Ensino de Psicologia - ABEP, a qual ficou responsável pela análise das solicitações das instituições que queiram credenciar seus cursos. As solicitações devem ser remetidas diretamente ao CFP.

O CFP credenciou alguns cursos e outros já solicitaram credenciamento. Acesse o site www.pol.org.br e consulte a tabela de Cursos Credenciados pelo CFP.

Lembrete:

- Poderão ser registrados até dois títulos profissionais de especialidade;

- É possível o cancelamento do título, ou substituição por outro, a qualquer tempo;

- Não há obrigação de solicitar o título de especialista. É um direito que você tem.

 

Acesse o site do Conselho Federal de Psicologia e verifique os Cursos de Especialização Credenciados