terça-feira, 6 de fevereiro de 2018
Conselho define formas para atuação em relação a transexuais e travestis

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) emitiu, em 29 de janeiro, a primeira resolução deste ano e que estabelece a atuação dos profissionais em relação às pessoas transexuais e travestis.

A Resolução 01/2018 tem por base o Código de Ética e a Política Nacional de Saúde Integral de Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais.

Os oito artigos da resolução orientam que a atuação dos profissionais em Psicologia deve ser no sentido de eliminar a transfobia e o preconceito, não sendo coniventes e nem se omitir perante situações de discriminação.

Nos artigos 7º e 8º, a resolução estabelece que os profissionais não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização das pessoas transexuais e travestis. O Conselho Federal de Psicologia (CFP) veda os psicólogos de participar de qualquer forma de eventos ou práticas de conversão, reversão, readequação ou reorientação de identidade de gênero das pessoas transexuais e travestis.

A Resolução 01/2018 entrou em vigor em 29 de janeiro com a afirmação que expressões e identidades de gênero são possibilidades da existência humana, as quais não devem ser compreendidas como psicopatologias, transtornos mentais, desvios ou inadequações

Veja a íntegra da Resolução 01/2018.

 

 

Fonte: Pau e Prosa Comunicação

 



Outras Notícias

23/05/2018 Feriado Corpus Christi O Conselho Regional de Psicologia de Mato Grosso (CRP 18ª Região) comunica ao público que em razão do feriado nacional de Corpus Christi, não haverá expediente no dia 31 de maio (quinta-feira) e no dia 1º de junho (sexta-feira). [leia +]